Home Jornal da Capital Cultura Exposição “Fios que Contam” reúne ilustrações feitas em lã por Patrícia Langlois...

Exposição “Fios que Contam” reúne ilustrações feitas em lã por Patrícia Langlois para livros infantis

194
0
Obra Patricia Langlois - Foto: Guillermo Gil - Acervo da artista

“Fios que Contam – Ilustrações em Lã de Patrícia Langlois” é a mostra que revela a criatividade e a habilidade da escritora, ilustradora, artista plástica e gestora cultural gaúcha, com abertura no dia 30 de outubro (segunda-feira), das 17h30min às 19h, na sede da Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Rio Grande do Sul, órgão apoiador da atividade, que fica no prédio da antiga Alfândega (avenida Sepúlveda, 53), no Centro Histórico de Porto Alegre. Com visitação até 29 de novembro, de segundas a sextas-feiras, das 8h às 18h (com exceção dos feriados), o evento ocorre paralelamente à Feira do Livro de Porto Alegre e também prevê rodas de conversa. A entrada é gratuita.

A exposição traz 19 obras de arte têxtil criadas por Patrícia Langlois, na técnica de Feltragem a seco com agulhas, onde a artista utiliza lã de ovelha Merino e realiza milhões de agulhadas manuais para criar o feltro. Os visitantes terão uma experiência única na literatura para a infância, através das ilustrações feitas para livros como “A Cidade dos Ventos” de Dilan Camargo, “Cadê o Prato Preto do Pato Pedro?” de Marion Cruz, “O Presente Especial” de Leila Pereira, “Um Sinal para o Coração de Javaline” de Elis Simon e “Olhos de Mel” de Marô Barbieri. Este trabalho é pioneiro em ilustrações e foi reconhecido no concurso “Anima-te a Tejer” em Montevidéu, Colônia de Sacramento e Punta de Leste, no Uruguai.

Autor do texto de apresentação, “Patrícia Langlois – a Imaginação a Serviço da Infância”, o poeta, crítico de arte e ensaísta Armindo Trevisan escreveu: “O que desejo enaltecer, especialmente, nesta crônica é sua dedicação pessoal ao público-mirim. Tive ocasião de visitar seu atelier, de me entreter com Patrícia numa conversa longa sobre seus ideais em relação aos “baixinhos”. Encantei-me com seu entusiasmo em relação a eles. Descobri, pasmado e feliz, que existem pessoas que não só conservam sua infância à flor da pele, mas que a conservam à flor do coração. Gostaria de destacar, em particular, a qualidade estética de Patrícia como autora de textos infantis e como ilustradora. O que é, mesmo, que torna notável uma artista infantil? Antes de tudo, uma grande empatia com o mundo das crianças, no caso dela entre os dois e os dez anos. Mas não é só isso: é também o dom da poesia, que permite, a partir da realidade concreta da criança, decolar em direção ao sonho, viajar à altura delas, mediante o vôo mais puro e mais alto que existe” . 

Patricia Langlois e Armindo Trevisan – Foto: Pedro Bittencourt – Acervo da artista

Mariza Carpes, artista plástica e ex-professora do Instituto de Artes da  UFRGS, observa que Patrícia Langlois é Tecelã de Histórias: ” … A menina que, aos seis anos de idade conheceu o bordado através de uma querida avó que lhe presenteou com as primeiras agulhas, resgata este conhecimento de uma forma brilhante, levando a centenas de crianças suas imagens mágicas. Também alerta a desafiar e educar o público infantil, estas ilustrações nunca são totalmente óbvias – há sempre uma pista paralela, algo que fará o pequeno leitor rever a imagem e reler o texto. Algo ali se completa, mas não de forma fácil. Haverá sempre um questionamento e indução ao raciocínio. Aí, sim, a leitura estará completa.

Atividades paralelas à exposição
Além da exposição, a Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no RSl também participará da Feira do Livro de Porto Alegre com três rodas de conversa, em sua sede:

1.Literatura Gaúcha para a Infância e seus Temas –  com mulheres escritoras
Dia: 3 de novembro (sexta-feira)
Hora: 14h30min
Roda de Conversar é um panorama de textos de escritoras mulheres gaúchas, com a apresentação de suas obras mais recentes, focada no que estas escrevem para a infância atualmente.
Participantes: Patrícia Langlois, Eleonora Medeiros, Rosane Castro, Milene Barazzetti, Jacira Fagundes, Jussara Mello, Marília Fchtner, Fabiana Sassi, Heloísa Bacichette, Caca Melo, Carmen Henke, Angela Maria Xavier Freitas, Vera Hoffmann, Jane Engel, Tânia Márcia Tomaszewski, Lane Bastos e Maria Helena Ramalho Zacher.

2. Ilustração e Texto
Dia: 8 de novembro (quarta-feira)
Hora: 16h30min
A relação texto e imagem na literatura para a infância, a interação das leituras e suas possibilidades de interpretações. Quando o Texto e a Imagem andam de mãos dadas no livro infantil?
Participantes: Dilan Camargo, Marion Cruz, Marô Barbieri, Leila Pereira e Patrícia Langlois.
Mediação: Christina Dias

3. Da Ilustração à Arte Vestível – Explorando as Possibilidades da Arte Têxtil
Dia: 10 de novembro (sexta-feira)
Hora: 16h30min.
Artistas com longa trajetória na Arte Têxtil e as possibilidades de criações artísticas. Participantes: Zoravia Bettiol, Patrícia Langlois, Luciana Bulcão, Rosane Morais, Fernando Lima e Lúcia Guaspari

Obra Patricia Langlois – Foto: Luis Ventura

SERVIÇO
Exposição “Fios que Contam – Ilustrações em Lã de Patrícia Langlois”
Abertura: 30 de outubro (segunda-feira), das 17h30min às 19h.
Visitação: Até 29 de novembro, de segundas a sextas-feiras, das 8h às 18h (exceto nos  feriados).

Painel “Literatura Gaúcha para a Infância e seus Temas” –  com mulheres escritoras
Dia: 3 de novembro (sexta-feira)
Hora: 14h30min.

Painel “Ilustração e Texto”
Dia: 8 de novembro (quarta-feira)
Hora: 16h30min

Painel “Da Ilustração à Arte Vestível – Explorando as Possibilidades da Arte Têxtil”
Dia: 10 de novembro (sexta-feira)
Hora: 16h30min
Local: Superintendência Estadual  do Ministério da Saúde no Rio Grande do Sul (prédio da antiga Alfândega – avenida Sepúlveda, 53) – Centro Histórico de Porto Alegre.
Todas as atividades têm entrada franca.

Fonte: Vera Pinto/divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here